NOTÍCIAS

Últimas notícias


NOTÍCIA EM DETALHE

Portista de Amarelo

05-08-2017

Azul e branco virou amarelo na descida da Arrábida

“Liderar a Volta é muito especial”


Raúl Alarcón (W52-FC Porto) é o novo Camisola Amarela da Volta a Portugal Santander Totta. O espanhol atacou em plena descida da Serra da Arrábida e rolou os últimos dez quilómetros da primeira etapa completamente isolado. Na reta da meta, no centro de Setúbal e com os perseguidores já muito perto, o espanhol olhou para trás, mediu a distância para o grupo onde estavam vários candidatos e abordou confiante a linha de chegada. Numa repleta e muito animada Avenida Luísa Todi e após 203 quilómetros, o portista ergueu os braços ao duplo triunfo porque, além de vencer, Alarcón chegou à liderança e passou a comandar a Volta com seis segundos de vantagem sobre o compatriota e rival Alejandro Marque (Sporting-Tavira).

“Sabíamos que tínhamos de estar atentos à parte final da etapa e, apesar do ataque da Efapel, conseguimos contra-atacar e vencer”, declarou feliz Raúl Alarcón, o mais cotado do ranking UCI entre todos os que estão a participar na Volta. Apesar de fazer a prova há muitos anos esta é a primeira vez que o espanhol está de amarelo.

Esta primeira etapa foi longa e muito movimentada, com fugas logo desde a partida. O vento foi um dos piores inimigos para o pelotão de 140 homens que se fizeram à estrada a partir de Vila Franca de Xira mas, entre tantas movimentações, o que fica para a história é o momento da fuga, em descida, que permitiu a Raúl Alarcón chegar sozinho a Setúbal com vantagem de 11 segundos para um grupo encabeçado pelo colega de equipa Amaro Antunes. O corredor da Armée de Terre, Damien Gaudin, que estava de amarelo após o triunfo no Prólogo de Lisboa, procurou defender a liderança até ao fim mas caiu para a 12ª posição da geral.

Na festa de Setúbal que acolheu a Volta pelo segundo ano consecutivo, além da Amarela Santander Totta, Alarcon envergou também a Camisola Verde Rubis Gás, símbolo da classificação por pontos. Mereceu também honras de pódio César Fonte (LA Alumínios Metalusa-Blackjack), o melhor a trepar a Serra da Arrábida valendo-lhe a conquista da Camisola Azul Liberty Seguros. A Camisola Branca RTP para o melhor jovem passou para Oscar Rodriguez (Euskadi).

Classificações 1ª Etapa
Declaração Vencedor 1ª Etapa - Raúl Alarcón (W52)

2ª Etapa – 6 agosto 2017
Reguengos de Monsaraz – Castelo Branco (214,7 km)
Hora da Partida – 12h00

O terceiro dia de prova correspondendo à segunda etapa, corre-se este domingo entre a “Capital dos Vinhos de Portugal”, Reguengos de Monsaraz, e Castelo Branco. Será a mais extensa tirada desta edição, com 214,7 km. Depois de passar nas “barbas” da Serra de São Mamede com relevo acidentado e certamente muito calor na travessia da Serra de Ródão, a prova deixa o Alentejo e entrega à Beira Baixa um pelotão já muito desgastado. Em Castelo Branco, desta vez sem circuito final, prevê-se uma chegada discutida num esforçado sprint, cerca das 17h20.

Percurso 2ª Etapa
Direto 2ª Etapa

facebook.com/voltaaportugal
youtube.com/voltaportugal
twitter.com/VoltaPortugal
instagram.com/voltaportugal

#eugostodavolta
#voltaportugal





Partilhar
Anterior | Seguinte